Sexta-feira, 12.06.15

Manifestante sira hakarak reforma no mudansa iha Federasaun Futebol Timor-Leste nian

Grupu manifestante ida, ne'ebé identifika nu’udar "amante" futebol nian iha Timor-Leste, iha loron-sesta ne’e halo protestu ba loron haat konsekutivu hasoru Federasaun Futebol Timor-Leste nian (FFTL), ne'ebé akuza korupsaun no iregularidade.



 

José de Carvalho, ne'ebé uluk nu’udar treinadór ba ekipa sub-19 no sub-23, iha tinan 2006 ho 2007 no afirma nu’udar "koordenador ba movimentu" ba protestu ne'e, akuza diresaun FFTL ba "iregularidade oioin", konsidera katak "viola lejislasaun no regulamentasaun FIFA nian".

 

Iha jogador balun ho tolu ka haat Timor-Leste nian no ho tinan nebe la hanesan. Naran hanesan, jogador hanesan maibé idade la hanesan. Halo ida ne'e hodi bele hetan jogador hodi kompete iha kompetisaun oioin", nia afirma.

 

"Laiha liga nasionál. Iha jogu balun, maibé laiha liga hahú tinan 2007. Sira halo liga ne'e hodi kumpri de'it ezijénsia hosi FIFA. Maibé ne'e la hotu tan. Ema hakarak liga ida. Iha tempu Indonéziu nian ami iha ekipa", nia afirma.

 

Iha tempu hanesan, nia insiste katak iha tinan 7 nia laran maka laiha kongresu ida hodi hili fila fali diresaun FFTL nian, kontesta ba prosesu "falsu no iregulár" ba naturalizasaun jogadór brazileiru sira ba selesaun nasionál (agora daudaun iha na'in hitu, tuir FFTL).

 

João Neves, manifestante seluk, esplika ba ajénsia Lusa katak krítika sira hasoru naturalizasaun jogador sira "la’ós tanba rasizmu", maibé tanba violasaun sira hosi kritériu ba prosesu ne'e.

 

“Sidadaun ruma ne'ebé hakarak iha nasionalidade timoroan bele halo. Naran katak kumpri kritériu. Brazileiru sira mai iha ne’e hodi sai koñesidu de’it no hodi hetan koñesimentu hosi ekipa sira iha Ázia. Sira la joga iha sira nia nasaun", nia afirma.

 

Joaquim Vide, uluk jogadór federadu iha Portugal, partisipa mós iha manifestasaun ne'e, esplika katak iha tinan barak maka futebol iha falta apoiu adekuadu hosi parte FFTL.

 

"Ami laiha klube loloos sira hodi harii asosiasaun sira no laiha asosiasaun di’ak sira hodi harii federasaun. Asosiasaun sira ne'ebé eziste iha ne'e hanesan hatudu imajen de'it", nia afirma.

 

Joaquim Vide reforsa liu tan katak dirijente sira FFTL nian "lidera tempu barak ona, tenki halo eleisaun no fó oportunidade ba ema seluk ne'ebé iha projetu di'ak, ne'ebé hakarak halo buat ruma". Maski selesasun nasionál "joga di'ak tebes", nia insiste katak problema maka iregularidade.

 

"Jogador to'o iha loron-kuarta, iha loron-sesta hetan pasaporte no aranka iha loron-sábadu. Iha jogador sira ne'ebé inskritu iha klube sira iha nebe maka la eziste no la joga", nia akuza. Osório Florindo, visi-prezidente FFTL, rejeita ona, iha entrevista ba Lusa, akuzasaun hosi manifestante sira, insisti katak atu hahú liga nasionál ida, sosiedade sivil tenki harii klube sira no depois iha infraestrutura sira nebe adekuadu.

 

"Ami preokupa mós ho situasaun ne'e. Maibé preparasaun hosi klube sira la kompete ba FFTL. Bainhira ita ko'alia kona-bá liga profisional, tenki iha kritériu sira, apoiu, infraestrutura sira. Ita seidauk iha ida ne'e. No sosiedade sivil maka tenki halo ida ne'e no karik sira ladún iha interese ba asuntu ne’e", nia konsidera.

 

Osório Florindo konsidera katak "iha komprensaun nebe la loos kona-bá papél Federasaun", tanba la kompete ba organizmu hodi “harii klube sira”.

Dirijente insiste katak hanoin ona kongresu FFTL ida ba fulan-Setembru no rejeita akuzasaun sira ba korupsaun hasoru diresaun, nia afirma katak kazu sira akontese daudaun iha Singapura- bainhira kaer diretor tékniku FFTL nian no timoroan na’in ida seluk tanba alegasaun tenta kombina rezultadu - ne'e hanesan pontual no la abranje ema sira hotu.

 

"Ami la’ós koruptu. Krimi sira ne'e hanesan responsabilidade individuál. Ka membru na’in ida hosi Governu nian maka koruptu ita bele dehan sira hotu kedas? FFTL la proteje ema ida nebe maka hetan akuzasaun ba krimi sira ne’e”, nia afirma.

 

Kona-bá naturalizasaun hosi jogadór brazileiru sira, Osório FLorindo hatete katak "ida ne'e akontese iha mundu tomak" no prosesu sira tuir nafatin lei, no "laiha iregularidade ruma".

 

ho Lusa

Manifestantes querem reformas e mudanças na Federação de Futebol de Timor-Leste

Um grupo de manifestantes, que se identifica como "amantes" do futebol em Timor-Leste, protestou nesta sexta-feira pelo quarto dia consecutivo contra a Federação de Futebol de Timor-Leste (FFTL), que acusam de corrupção e irregularidades.



 

Jose de Carvalho, que foi treinador da equipa de sub-19 e sub-23, em 2006 e 2007 e se afirma "coordenador do movimento" de protesto, acusa a direção da FFTL de "várias irregularidades", considerando que "viola a legislação e regulamentação da FIFA".

 

"Há alguns jogadores com três ou quatro passaportes de Timor-Leste com idades diferentes. O mesmo nome, o mesmo jogador mas idades diferentes. Fazem isto para poder ter o jogador a competir em várias competições", afirmou.

 

"Não há liga nacional. Há alguns encontros, mas não temos liga desde 2007. Fizeram esta liga apenas para cumprir o requisito da FIFA. Mas isso nem sequer terminou. As pessoas querem uma liga. Até no tempo indonésio tínhamos aqui equipas", afirmou.

 

Ao mesmo tempo, insiste que há 7 anos que não há um congresso para reeleger a direção da FFTL, contestando o processo "fraudulento e irregular" de naturalização dos jogadores brasileiros da seleção nacional (são atualmente sete, segundo a FFTL).

 

João Neves, outro dos manifestantes, explicou à agência Lusa que as criticas à naturalização dos jogadores "não é por racismo", mas sim pelas violações dos critérios para esse processo.

 

"Qualquer cidadão que quer assumir a nossa nacionalidade pode fazê-lo. Desde que cumpra o critério. Os brasileiros vêm para cá só para tentar subir e chegar ao conhecimento de equipas da Ásia. Nem sequer jogam no país", afirmou.

 

Joaquim Vide, que foi jogador federado em Portugal, e também presente na manifestação, explica que há muitos anos que o futebol tem tido falta de apoio adequado por parte da FFTL.

 

"Não temos clubes como deve ser para formarem as associações e associações como deve ser para formarem a federação. As associações que existem cá são quase só montadas para dar imagem", afirmou.

 

Joaquim Vide reforçou que os dirigentes da FFTL “Já estão há muito tempo na liderança, têm que fazer eleições e dar oportunidades a outros que tenham bons projetos, que querem fazer coisas”. Apesar da seleção nacional estar "a jogar muito bem", insiste que o problema é a irregularidade.

 

"O jogador chega quarta-feira, na sexta-feira já tem passaporte timorense e arranca no sábado. Há jogadores que estão inscritos em clubes cá que não existem nem jogam", acusou. Osório Florindo, vice-presidente da FFTL, rejeitou, em entrevista à Lusa, as acusações dos manifestantes, insistindo que para que uma liga nacional possa ser começada é necessário que a sociedade civil crie os clubes e que haja depois as infraestruturas adequadas.

 

"Nós também estamos preocupados com isto. Mas a preparação dos clubes não cabe à FFTL. Quando falamos em liga profissional, tem que haver critérios, apoios, infraestruturas. E ainda não temos nada disso. E tem que ser a sociedade civil a fazer isso e não parece estar muito interessada", considerou.

 

Osório Florindo considera que “há alguma má compreensão sobre o papel da Federação”, pelo que entende que não cabe ao organismo “formar o clubes”.

O dirigente insiste que está previsto um congresso da FFTL para setembro e rejeita as acusações de corrupção contra a direção, afirmando que casos como os recentes que ocorreram em Singapura - quando foram detidos o diretor técnico da FFTL e um outro timorense por alegada tentativa de combinar resultados - são pontuais e não abrangem todos.

 

"Não somos todos corruptos. Os crimes são responsabilidade individual. Ou se um membro do Governo é corrupto dizemos que são todos? A FFTL não protege qualquer pessoa que seja acusada destes crimes", afirmou.

 

Quanto à naturalização dos jogadores brasileiros, Osório Florindo diz que "isso acontece em todo o mundo" e que o processo segue sempre a lei, pelo que "não há qualquer irregularidade".

 

com Lusa

Sexta-feira, 30.01.15

Visi-prezidente federasaun apoia Figo ninia kandidatura ba prezidénsia FIFA

Visi-prezidente hosi Federasaun Futeból Timor-Leste (FFTL), Filomeno Fernandes, horisehik dehan katak “hanesan orgullu ida” bainhira Luís Figo sai nu’udar kandidatu ba prezidénsia FIFA nian no organizasaun timor-oan sei apoia ba ninia kandidatura ne’e.


“Ami sei hala’o reuniaun ida (hosi FFTL) hodi foti desizaun kona-ba ema ne’ebé ami atu apoia ba, maibé ha’u defende katak federasaun ne’e apoia ba kandidatura Figo nian hodi sai hanesan prezidente FIFA”, dehan responsável ne’e ba Lusa, no hatutan tan katak “Figo ema portugés ida, hodi nasaun irmaun no ida ne’e hanesan orgullu ida ba ami tanba nia hanesan mós kandidatu no karik bele sai prezidente”.

Filomeno Fernandes dehan hikas katak timor-oan sira akompaña di’ak tebes kona-ba jogadór portugés ne’e, liu hosi ekipa afiliada oioin ba klube portugés.

“Tuir ha’u nia hanoin, baa mi hosi nasaun CPLP sente haksolok tebes bainhira Figo maka hanesan prezidénsia FIFA nian. Ami sente orgullu tebes tanba, bele iha maun-alin ida maka lidera FIFA, futeból mundiál nian”.

Lahala’o liga nasionál durante tinan rua, Timor-Leste sai nafatin palku ba jogu balun, ezemplu hanesan iha findesemana ne’e, Sporting Laulara ho Benfica, ekipa ne’ebé prezidi hosi primeiru ministru Xanana Gusmão, sei hala’o jogu amigável ho ekipa Tailándia nian ida.

Luís Figo, iha loron kuarta-feira liu ba justifika ona ninia kandidatura ba prezidénsia FIFA nian, iha eleisaun ne’ebé sei hala’o iha 29-maiu, ho ambisaun atu muda instituisaun refere no retribui hikas saida maka nia hetan hosi futeból.

“Ha’u sai hanesan agora tanba ha’u deve futeból no ha’u sente tempu to’o ona atu ha’u fahe fali kona-ba saida maka ha’u hatene, durante tinan barak ninia laran. Ha’u desidi kandidata-aan ba prezidente FIFA, hanesan desizaun ne’ebé ha’u halo bazeia ba, ha’u- nia hakarak hodi halo mudansa, ho vizaun reformadora ida no iha nesesidade atu halo transparente liu tan ba iha instutisaun hirak ne’ebé sei lakon kredibilidade no ninia kapasidade mobilizadór”, dehan Luís Figo, iha deklarasaun vídeo ne’ebé publika iha pájina Federasaun Portugés Futeból (FPF), nian iha Internet.

Luís Figo, tinan 42, fó sai katak nia hanesan kandidatu daneen ba prezidénsia FIFA, nu’udar futeból mundiál, hafoin Joseph Blatter, atuál prezidente, Michel van Praag, prezidente hosi federasaun olandés, David Ginola, eis-jogadór fransés, Jerome Champagne, kandidatu independe fransés nian no prínsipe Ali bin Al Hussein hosi Jord’ania, visi-prezidente FIFA, konfirma apoiu hosi FPF.

SAPO TL ho Lusa

 

tags: ,

Vice-presidente da federação timorense apoia candidatura de Figo à presidência da FIFA

O vice-presidente da Federação Futebol Timor-Leste (FFTL), Filomeno Fernandes, disse hoje ser "um orgulho" que Luis Figo seja candidato à presidência da FIFA e que vai defender na organização timorense o apoio à sua candidatura.

 

"Vamos ter um encontro [da FFTL] para tomar uma decisão sobre quem apoiamos, mas eu defendo que a federação apoie a candidatura de Figo para presidente da FIFA", declarou à agência Lusa, sublinhando: "é um português, de um país irmão, e é um orgulho para nós ser candidato e ainda mais se for presidente".

Filomeno Fernandes recordou que o futebol português é acompanhado de perto pelos timorenses, com várias equipas afiliadas a clubes portugueses.

"Acho que para nós os países da CPLP é muito favorável ter o Figo na presidência da FIFA. Teríamos muito orgulho porque era ter um irmão na liderança da FIFA, do futebol mundial", explicou.

Sem liga nacional há dois anos, Timor-Leste vai sendo palco de alguns jogos, pontualmente, como é o caso do próximo fim de semana, em que o Sporting Laulara e Benfica - equipa presidida pelo primeiro-ministro, Xanana Gusmão, recebe em encontro amigável uma equipa da Tailândia.

Luís Figo justificou na quarta-feira a sua candidatura à presidência da FIFA, nas eleições que vão decorrer a 29 de maio, com a ambição de mudar o organismo e retribuir o que o futebol lhe deu.

"Devo ao futebol o que sou e sinto que chegou a hora de retribuir tudo o que recebi, ao longo de tantos e tantos anos. Decidi candidatar-me a presidente da FIFA, foi uma decisão ponderada, assente na vontade de mudança, numa visão reformadora e na necessidade de dar mais transparência a uma instituição que vai perdendo credibilidade e a sua capacidade mobilizadora", afirmou Luís Figo, numa declaração em vídeo publicada no sítio da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) na Internet.

Luís Figo, de 42 anos, anunciou ser o sexto candidato à presidência do organismo que rege o futebol mundial, depois de Joseph Blatter, atual presidente, Michel van Praag, presidente da federação holandesa, David Ginola, ex-jogador francês, Jerome Champagne, candidato independente francês, e o príncipe Ali bin Al Hussein da Jordânia, vice-presidente da FIFA, confirmando o apoio da FPF.

@Lusa

 

tags: ,

pesquisar

 

Novembro 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
17
18
19
21
22
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

últ. comentários

  • Favor hakerek ho formato lolos:Boavista 0 - 1 FC p...
  • Kona ba ita nia selesaun futsal nian nebe dadaun n...
  • Tun ba posizaun 19 = desceu para a decima nona pos...
  • El sonido de una mágica voz.Veo, en la inmensidad ...
  • VIVA! Viva o BENFICA! VIVA! Viva o BENFICA!
  • VIVA! Viva o BENFICA VIVA Viva o BENFICA</b!!!
  • nossa show de bola, parabéns!Very good mens!
  • Manan na'in ba tinan 2013 mak husi ekipa Eni Timor...
  • acho que esta horario incompleto, porque so estava...

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO

Atletismo