Messi recebeu quarta Bota de Ouro

O futebolista argentino Lionel Messi recebeu hoje o quarto prémio de Bota de Ouro da Europa, que distingue o melhor marcador nas ligas europeias, e recusou falar da renovação pelo FC Barcelona. 

 

 

O ‘astro’, de 30 anos, apontou 37 golos na Liga espanhola em 2016/17, batendo o holandês do Sporting Bas Dost, que apontou 34 golos na I Liga portuguesa.

 

Na cerimónia de entrega do prémio, em que disse que não se considera “um avançado”, mas antes “um sortudo por marcar golos” graças aos colegas de equipa, Messi recusou falar da renovação pelos catalães, depois de o apresentador ter dito que o assunto não seria discutido.

 

Em julho, o clube espanhol anunciou que o argentino tinha renovado contrato até 2021, depois de o vínculo anterior terminar no final da presente temporada, mas o novo contrato nunca foi protocolado nem confirmado publicamente.

 

É a quarta vez que Messi vence o prémio, depois de 2009/10 (34), 2011/12 (50) e 2012/13 (46), sempre pelo FC Barcelona, juntando-se a Cristiano Ronaldo, distinguido em 2007/08 (31), pelo Manchester United, e 2010/11 (40), 2013/14 (31) e 2014/15 (48), pelo Real Madrid, como recordista do galardão.

 

Eusébio venceu o prémio inaugural, em 1967/68, com 42 golos marcados pelo Benfica, e em 1972/73, com 40, e Fernando Gomes foi o maior artilheiro da Europa por duas vezes, em 1982/83 (36) e 1984/85 (39), ao serviço do FC Porto.

 

O argentino Héctor Yazalde marcou 46 golos pelo Sporting em 1973/74, enquanto o brasileiro Mário Jardel venceu o troféu pelos ‘dragões’, em 1998/99 (36), e pelos ‘leões’, em 2001/02 (42).

 

Lusa