Festa num "Marquês" improvisado num restaurante de algarvios em Díli

Uma praça do Marquês de Pombal improvisada num restaurante de um casal algarvio em Díli acolheu hoje os festejos de dezenas de portugueses que se juntaram para ver a conquista pelo Benfica do seu primeiro tetracampeonato de futebol. 

 

Foto@ António Sampaio /EPA

 

O "marquês" estava assinalado num pequeno cartaz por cima da porta do "Tavirense", o restaurante que há quase um ano "acolheu" o dérbi Sporting-Benfica, que também permitiu ao clube da Luz assegurar a vitória no campeonato.

 

Num vidro, estava um outro cartaz com a frase "Reservado - Timor-Leste quer o Benfica campeão".

 

Desta vez, e ao contrário de 2016, o público era só de benfiquistas que se juntaram na madrugada de Díli - o jogo começou às 02:15 de domingo em Díli - para ver a vitória do Benfica, equipa que tem na capital um clube irmão, o Sport Díli e Benfica.

 

Toy e Lena Conceição, o casal de Tavira que tem o "Tavirense" aberto desde o ano passado, garantiram as moelas e bifanas para os portugueses que se reuniram para ver o jogo, que desde cedo trouxe alegrias à Rua 30 de Agosto - o dia assinala o referendo histórico de 1999, em que os timorenses escolheram a independência.

 

Foto@ Ana Guterres

 

A noite foi de muitos festejos, a cada um dos cinco golos do Benfica no jogo com o Vitória de Guimarães. O único que acabou por ter festejos atrasados foi o terceiro, de Jonas, de penálti: a ligação à internet que permitiu ver o jogo de forma 'pirata' caiu exatamente quando o jogador do Benfica se preparava para rematar.

 

Este foi um fim de semana em que se falou de Portugal muito mais do que é normal em Timor-Leste.

 

A visita a Portugal do papa Francisco, por ocasião do centenário das aparições de Fátima e o Festival da Eurovisão têm sido dois dos temas mais debatidos nas redes sociais em Timor-Leste.

 

E da mesma forma que se organizaram encontros para ver a vitória do Benfica, também se organizaram outros para ver Salvador Sobral em Kiev.

 

Devido à diferença horária, mais oito horas do que em Lisboa, as notícias que chegam de Portugal obrigam a madrugadas longas do outro lado do mundo.

 

O Benfica conquistou hoje o 36.º título de campeão nacional de futebol da sua história, o quarto consecutivo, ao vencer na receção ao Vitória de Guimarães, por 5-0, em jogo da 33.ª e penúltima jornada da I Liga, contabilizando 81 pontos, mais oito do que o FC Porto, que conta menos um jogo.

 

com Lusa