PM moçambicano pede medalhas à delegação do país nos Jogos da CPLP

O primeiro-ministro moçambicano, Carlos Agostinho do Rosário, encorajou hoje a delegação do país à 10.ª edição dos Jogos Desportivos da CPLP para trazer medalhas e dignificarem o país durante a competição, exortando os atletas a pautarem-se pela disciplina.

"O que vos peço é que tragam medalhas, aliás o Presidente da República [Filipe Nyusi] exigiu que tragam medalhas", afirmou Agostinho do Rosário, que falava numa cerimónia de despedida da delegação moçambicana aos Jogos, que vão decorrer de 12 a 24 deste mês na cidade do Sal, em Cabo Verde.

 

Cada um dos 68 atletas que vai representar Moçambique, ressalvou Agostinho do Rosário, será embaixador dos 25 milhões de moçambicanos, um papel que impõe maior responsabilidade aos membros da delegação.

 

"Comportem-se com disciplina dentro e fora do campo, a vossa seleção para participarem nos jogos é prova de que são os melhores entre os melhores", declarou.

 

Os moçambicanos, a partir de casa, estarão a fazer claque para que a prestação da delegação do país à 10.ª edição dos Jogos Desportivos da CPLP seja satisfatória, acrescentou Agostinho do Rosário.

 

A delegação moçambicana à competição é composta por atletas, com idades entre 14 e 16 anos, de futebol, andebol, atletismo, basquetebol, taekwondo e vólei de praia.

 

@Lusa

tags: ,