Amigos e fãs prestam homenagem a Muhammad Ali junto à casa da família

Amigos e fãs de Muhammad Ali estavam no sábado a prestar homenagem ao antigo pugilista em frente à casa da sua família, em Louisville, Estados Unidos da América, num tributo marcado pela emoção.

Algumas das pessoas disseram que perderam "a figura paterna", outras lamentaram a perda de um "profeta", enquanto se amontoavam flores, fotos e cartas na Grand Avenue, onde Muhammad Ali foi criado e deu os primeiros passos no boxe.

 

O ex-campeão mundial de boxe morreu na sexta-feira, aos 74 anos, num hospital da cidade norte-americana de Phoenix, onde estava internado, devido a complicações respiratórias, e junto ao qual os fãs prestaram também homenagem, nos últimos dias.

 

A pequena casa da família -- recém-pintada de rosa -- está agora transformada num autêntico museu em homenagem ao antigo campeão de pesos pesados.

 

Fãs e moradores salientaram que as épicas vitórias de Muhammad Ali no boxe representam apenas um lado do homem, que transcendeu o mundo do desporto.

 

Outra das homenagens aconteceu antes do início do jogo de futebol entre as seleções do Paraguai e da Costa Rica, para a Copa América, que decorreu na noite de sábado (hora de Lisboa) em Orlando, na Florida, com a realização de um minuto de silêncio em honra da "lenda do boxe".

 

@Lusa