Sexta-feira, 16.01.15

Torres hasai Real iha kalan konsagrasaun CR7 nian

Ronaldo halo golo daruak “merengues”, nian ne’ebé tama pratikamente lakon iha parte dahuluk nune’e mós iha parte daruak.


   A festa do Atlético de Madrid    Foto: PIERRE-PHILIPPE MARCOU

 

Real Madrid iha loron-kinta ne’e hasai hosi Taça do Rei hosi nia rivál hosi sidade ne’ebé hanesan, Atlético, hafoin empata (2-2) iha jogu daruak hosi oitavu finál, forma agregadu ida ho 4-2 iha liman rua. Golu sira marka hosi Fernando Torres (1’ no 46’) ba vizitante sira no Sérgio Ramos (20’) no Ronaldo (54’) ba ema sira iha uma.

 

Iha kalan ne’ebé komesa ho lían osan-mean no ho basa liman hosi adeptu sira madrilenu ba Cristiano Ronaldo (ne’ebé simu Bola de Ouro iha loron-segunda kotuk) hahotu ho mata-been. James Rodríguez (prémiu Puskas), Sérgio Ramos no Toni Kroos (ekipa tnan nian) mós hatudu sira nia prémiu. Real Madrid tama pratikamente lakon iha enkontru iha ne’ebé presija manan, hafoin lakon iha jogu dahuluk ho 2-0.

 

Portugés ne’e sai hanesan titulár, iha formasaun uma nian, nune’e mós ho Pepe no eis-portista James Rodríguez. Iha formasaun maka orienta hosi Diego Simeone, Tiago okupa meiu-kampu, nune’e mós eis-benfikista Oblak no Siqueira.


Esperansa sai fali dezesperu iha kedas minute dahuluk hosi enkontru ne’e, wainhira Torres loke markadór, hafoin kruzamentu rasteiru hosi Griezmann ba poste daruak. Español ne’e marka nune’e nia golu dahuluk hahú kedas iha nia fila ba España no iha kedas uma rival bo’ot nian. “Remontada” ne’e oras ne’e imposível, buat ne’ebé hotu ho prova.

 

Iha 20’, no hafoin hosi “merengues” iha iha ona situasaun relativu perigu par ida, Sérgio Ramos halo hanesan iha partida iha sekuénsia kantu ida. Oblak haree ba aat tebes iha fotografia, tanis kontra kompañeiru ekipa nian ida no husik baliza livre. Tiago mós hetan nia doze kulpa nian iha lanse wainhira falla ho korte ne’ebé hakotu ho golu sentrál español nian.

 

Golu ne’e halo “rojiblancos” sira sai desnorteadu no formasaun Carlo Ancelotti nian haforsa liutan presaun, ho oportunidade par ida ne’ebé bele hotu iha golu. Atlético hakiduk demais liu no “blancos” sira tenta fatura ho maneira no feitiu hotu, maibé solidária defeza vizitante sira nian aguenta ho presaun.

 

Parte daruak, ida ne’ebé fotokópia ida ne’ebé, komesa hikas ho golu Torres nian (46’) no hafoin lakon bola defensiva Real Madrid nian ida. 2-1. Maibé, orgulu maka “Real” no empata mosu hafoin hosi ida Ronaldo (54’), ne’ebé uitoan tan halo iha jogu. Kruzamentu perfeitu hosi Bale no internasionál luso faktura ho ulun no halo nia golu 34.º iha époka ne’e.

 

Realsa mós katak sentrál sira Sérgio Ramos no Pepe (sai kanek iha 59’) halo jogu ida ne’ebé todan no falla tebes iha altura wainhira sai ho bola, situasaun ne’ebé hamosu golu ne’ebé sofre.

 

Enkontru ne’e kontinua morna no ho múzika ne’ebé hanesan. “Merengues” sira halo ida ne’ebé compete ho sira no presiona no Atlético de Madrid defende, no di’ak. Iha area kiik, Benzema sei iha oportunidade ida tan, maibé nia haruka bola ba kalohan, hafoin falla kabeseamentu iha faze dahuluk.

 

Atlético de Madrid tuir ho justisa ba quartos-de-final hosi prova, iha ne’ebé sei hasoru manan na’in hosi enkontru entre Elche no Barcelona ne’ebé mós sei hadau malu iha loron-kinta ne’e.

 

Sapo TL ho Sapo Desportu

Torres elimina Real em noite de consagração de CR7

Ronaldo fez o segundo golo dos “merengues”, que entraram praticamente a perder tanto na primeira como na segunda parte.


 

A festa do Atlético de Madrid              Foto: PIERE PHILIPPE MARCOU

 

O Real Madrid foi esta quinta-feira eliminado da Taça do Rei pelo rival da mesma cidade, o Atlético, depois de empatar (2-2) na segunda mão dos oitavos de final, perfazendo um agregado de 4-2 nas duas mãos. Os golos foram marcados por Fernando Torres (1’ e 46’) para os visitantes e Sérgio Ramos (20’) e Ronaldo (54’) para os homens da casa.

 

Numa noite que começou em tons de dourado e com aplausos dos adeptos madrilenos para Cristiano Ronaldo (que recebeu a Bola de Ouro na passada segunda-feira) acabou em lágrimas. James Rodríguez (prémio Puskas), Sérgio Ramos e Toni Kroos (equipa do ano) também mostraram os seus galardões. O Real Madrid entrou praticamente a perder num encontro onde precisava de ganhar, após ter perdido a primeira mão por 2-0.

 

O português foi titular, na formação da casa, tal como Pepe e o ex-portista James Rodríguez. Na formação orientada por Diego Simeone, Tiago ocupou o meio-campo, tal como os ex-benfiquistas Oblak e Siqueira.


A esperança virou desespero logo no primeiro minuto do encontro, quando Torres abriu o marcador, após cruzamento rasteiro de Griezmann para o segundo poste. O espanhol marcou assim o seu primeiro golo desde que regressou a Espanha e logo em casa do grande rival. A “remontada” parecia agora impossível, algo que acabou por se comprovar.

 

Aos 20’, e depois dos “merengues” já terem tido um par de situações de relativo perigo, Sérgio Ramos igualou a partida na sequência de um canto. Oblak esteve muito mal na fotografia, ao chocar contra um companheiro de equipa e deixar a baliza aberta. Tiago também teve a sua dose de culpas no lance ao falhar o corte que terminou com o golo do central espanhol.

 

O golo fez os “rojiblancos” ficarem desnorteados e a formação de Carlo Ancelotti acentuou a ainda mais a pressão, com um par de oportunidades que poderiam ter acabado em golo. O Atlético recuou demasiado e os “blancos” iam tentando faturar de todas as maneiras e feitios, mas a solidária defesa dos visitantes iam aguentando a pressão.

 

A segunda parte, qual fotocópia qual quê, começa novamente com um golo de Torres (46’) e após uma perda de bola da defensiva do Real Madrid. 2-1. Contudo, o orgulho era “Real” e o empate surgiu pouco depois pelo inevitável Ronaldo (54’), que pouco mais fez no jogo. Cruzamento perfeito de Bale e o internacional luso facturou de cabeça, fazendo o seu 34.º golo esta época.

 

De realçar ainda que os centrais Sérgio Ramos e Pepe (saiu lesionado aos 59’) fizeram um jogo péssimo, tendo falhando muitos passes na altura de sair com a bola, situação que deu origem aos golos sofridos.

 

O encontro manteve-se morno e com a mesma toada. Os “merengues” faziam o que lhes competia e pressionavam e o Atlético de Madrid defendia, e bem. Na pequena área, Benzema ainda teve uma nova oportunidade, mas enviou a bola para as nuvens, depois de ter falhado o cabeceamento numa primeira fase.

 

O Atlético de Madrid segue com justiça para os quartos-de-final da prova, onde defrontará o vencedor do encontro entre Elche e Barcelona que também se disputa esta quinta-feira.

 

SAPO Desporto

pesquisar

 

Janeiro 2015

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
17
18
24
25
31

posts recentes

últ. comentários

  • Favor hakerek ho formato lolos:Boavista 0 - 1 FC p...
  • Kona ba ita nia selesaun futsal nian nebe dadaun n...
  • Tun ba posizaun 19 = desceu para a decima nona pos...
  • El sonido de una mágica voz.Veo, en la inmensidad ...
  • VIVA! Viva o BENFICA! VIVA! Viva o BENFICA!
  • VIVA! Viva o BENFICA VIVA Viva o BENFICA</b!!!
  • nossa show de bola, parabéns!Very good mens!
  • Manan na'in ba tinan 2013 mak husi ekipa Eni Timor...
  • acho que esta horario incompleto, porque so estava...

mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO

Atletismo