Mundial 2014: Espanha sofre maior derrota de uma campeã em título

As maiores derrotas de um campeão em título estavam em três golos de diferença.

 

AFP@ Javier Soriano

 

A Espanha sofreu esta sexta-feira a maior derrota de um campeão mundial em título na história da competição, ao ser goleada pela Holanda por 5-1, no encontro inaugural do Grupo B do Mundial2014 de futebol.

“Bis” de Van Persie e Robben e um tento de De Vrij, depois de Xabi Alonso inaugurar o marcador, escreveram história em Salvador, já que nunca uma seleção detentora do troféu perdera por quatro golos de diferença.

As maiores derrotas de um campeão em título estavam em três golos de diferença e só em duas ocasiões, a primeira quando a RFA perdeu por 6-3 com a França, pela qual Just Fontaine marcou três, no jogo do “bronze” do Mundial de 1958.

Quarenta anos depois, em 1998, foi a vez de o Brasil perder por três golos, desta vez por 3-0, na final, com a anfitriã França... de novo os gauleses. Destaque para Zinedine Zidane, que “bisou” de cabeça na primeira parte, após cantos.

De resto, os campeões em título só haviam conhecido desaires por um ou dois golos de diferença.

A Espanha entrou assim, pelas piores razões, para a história, num dia em que sofreu também a sua segunda pior derrota de sempre em Mundiais, depois do 6-1, também no Brasil, frente aos “canarinhos”, a 13 de julho de 1950.

O conjunto de Vicente Del Bosque também tinha perdido o primeiro jogo do anterior Mundial (1-0 com a Suíça), encarrilando, depois, seis vitórias consecutivas, as últimas quatro por 1-0. Apenas sofreu dois golos, em sete jogos.

Sapo TL com SAPO Desporto