Fumo de incêndios da Indonésia preocupa pilotos do GP de Singapura em fórmula 1

O fumo dos incêndios que assolaram a Indonésia poderá representar “um grave risco” para a saúde dos pilotos que vão disputar o Grande Prémio de fórmula 1 de Singapura, considerou hoje Jenson Button.


EPA@ Hans Klaus Techt


O piloto britânico afirmou, depois dos primeiros treinos livres, que um dos principais problemas “será a tosse durante a prova”, mas alertou também para outras complicações de saúde a médio prazo.

 

Os organizadores do GP da Malásia, a 13.ª do calendário do mundial de fórmula 1, estão a monitorizar os níveis de poluição do ar, que tem melhorado nas últimas horas, sobretudo devido às chuvas torrenciais.

 

No entanto, os responsáveis pela prova advertem para a possibilidade de a situação se poder alterar de forma inesperada.

 

Nas duas últimas semanas, a Indonésia foi assolada por grandes incêndios florestais – provocados por queimadas ilegais -, que já levaram o governo a decretar o estado de emergência numa província.

 

Os incêndios têm provocado grandes nuvens de fumo, que se têm deslocado para os países vizinhos.

 

As chamas resultam, pelo menos em parte, de queimadas ilegais feitas para ‘limpar’ vastas áreas de terreno para a produção de óleo de palma, celulose e papel.

 

com Lusa