Governo são-tomense constrói centros polidesportivos para jogos da CPLP em 2018

O governo são-tomense vai construir seis centros polidesportivos multiusos em todos os distritos do país, devendo três deles estarem concluídos no final de dezembro deste ano, anunciou o primeiro-ministro Patrice Trovoada.


 

As obras dos três primeiros centros polidesportivos, iniciadas hoje, estão a ser construídas respetivamente em Mé Zochi (centro do país), Cantagalo (sul) e Lobata (norte), pela empresa chinesa Top International.

 

A construção é financiada por receitas geradas pelas empresas petrolíferas que operam na Zona Económica Exclusiva (ZEE) do arquipélago, no valor global de cerca de 500 mil euros.

 

Segundo o primeiro-ministro Patrice Trovoada, estas obras são feitas a pensar já nos jogos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que São Tomé e Príncipe vai receber em 2018.

 

"Isso vai permitir a juventude a ocupar os tempos livres, e como sabem, vamos ter os jogos da CPLP e é preciso começar-se a criar infraestruturas, para treinar várias modalidades", explicou o primeiro-ministro.

 

O governo são-tomense promete construir em 2016 outras infraestruturas que, salienta, "vão permitir a São Tomé e Príncipe estar no roteiro das competições internacionais".

 

@Lusa